quinta-feira, 16 de abril de 2009

Masoquista musical, sim senhor!

Assumidamente viciado em músicas de fossa. Fã de vozes choradas, arranjos dramáticos e letras melosas, também. Com certeza me encaixo no caso de masoquismo musical. Por que não deitar na cama e colocar uma boa musiquinha triste como trilha sonora? Os piores momentos são melhor superados com depressão alheia, sabemos então que existe alguém com problemas maiores que os nossos.
Não diferente dos outros dias, acordei assim por hoje. Me liguei em trilhas sonoras de filmes românticos e não consigo largar. Provavelmente uma fase, sem motivo aparente. Afinal, qual motivo precisamos ter pra sermos adoráveis e derramar um pouco de água com açúcar no mundo?
Não vou cortar meus pulsos, não vou pular do 4º andar de um prédio e nem postar fotos chorando ou maquiado. Estou masoquista, não emo.

2 comentários:

carla disse...

me declaro culpada. também adoro uma música de fossa.

dmatt disse...

gostei da definição final:
"sou masoquista, não emo"
Tb tenho meus momentos masoquistas, e na verdade, estou num deles.